Valorizando seu intercâmbio numa entrevista de emprego

29 Setembro 2016, 1:28 pm Escrito por 
Valorizando seu intercâmbio numa entrevista de emprego Valorizando seu intercâmbio numa entrevista de emprego

Quer sucesso? Pegue-o pelas rédeas!!

Olá!

Antes de iniciar o artigo, gostaria de contar uma novidade.... me casei!! Com o meu parceiro de quase 10 anos... nada demais, foi só uma forma de confirmar nosso comprometimento. Além de ficar feliz em dividir esse momento tão especial com vocês, queria também que entendessem a mudança de nome na assinatura do e-mail, blogs, orçamentos etc!! Meu nome mudou, mas meus cabelos e minha essência continuam os mesmos!!

Então, no úlltimo blog abordamos a questão de que um intercâmbio em si já não é uma vantagem extraordinária, pois viajar para o exterior com objetivo de estudo e aprimoramento está atualmente mais acessível em relação a 10 anos atrás.

A primeira dica que eu dividi com vocês foi entender como o seu intercâmbio lhe ajuda e como usar essa experiência a seu favor na esfera profissional criando um diferencial. Se numa entrevista ou mesmo no seu emprego atual você faz um comentário do tipo: "Ah... fiz um intercâmbio na Inglaterra e falo inglês bem", eu particularmente diria: "manda o próximo!!" Faltou a elaboração dos benefícios pessoais e profissionais nesse comentário. Faltou me engajar nessa experiência e me convencer, através do seu relato, que você tem um diferencial.

Ter uma viagem de intercâmbio na manga pode ser o "pulo-do-gato" que vai fazer da sua entrevista a mais interessante e memorável, mas para isso é necessário valorizar essa experiência de forma que o recrutador se anime com o que você pode favorecer a empresa.

Se você já fez um programa de intercâmbio ou ainda está considerando fazer um, vamos refletir sobre como transformar essa experiência em um grande benefício para a sua carreira:

(Leia o artigo anterior: Turbinando sua carreira com um intercâmbio)

2 - Planejamento, organização e tomadas de decisão

Pense nisso! Antes de fazer o intercâmbio você pesquisa destinos, agências, tipos de cursos, orçamento necessário para o intercâmbio e para a sua estadia etc. Com o intercâmbio decidido, você começa então a planejar passeios, atividades que gostaria de participar, lugares que gostaria de conhecer etc. Toda empresa aprecia profissionais com excelente capacidade de planejamento. Seria interessante abordar como o seu projeto nasceu e como se materializou – incluindo solução de problemas e desafios para atingir a meta. Não se esqueça de fazer a conexão entre essa experiência e a vaga em questão.

Muitas decisões de negócios são baseadas em conhecimentos através de investigação e pesquisa. Os detalhes minuciosos de uma viagem é notavelmente similar aos detalhes que formam um relatório de pesquisa.

Got it?

Ah!!! Todo mundo é fluente em inglês ou tem um inglês muito avançado no currículo! Durante a minha carreira de profissional de RH, entrevistei muita gente que se dizia avançado e não conseguia manobrar uma conversa de 10 minutos em inglês se fugisse do tópico coloquial básico de um encontro no bar. Quando a conversa mudava do how are you para tell me about your past professional experience ou tell me about a contentious situation between colleagues you’ve had to resolveSpecifically, how did you work through the tension? Vi muitos candidatos desaparecerem dentro de um buraco imaginário.

Dependendo do nível do inglês que você tinha antes do programa de intercâmbio, é capaz que você ainda não tenha atingido a fluência desejada se fez um curso rápido. Mas o que o intercâmbio lhe oferece, de forma geral, é a confiança em si mesmo de arriscar uma conversa com um vocabulário mais sofisticado, a segurança de entender as perguntas (afinal você conversou com várias pessoas durante o seu programa e os ouvidos ficam mais afiados e começam a entender as variações de tons e sotaques)

Se você já tinha um nível de inglês razoável, o intercâmbio vai lhe proporcionar mais segurança na fala sem interrupções para pensar e com menos engasgos, além de um vocabulário mais sofisticado. Esse desenvolvimento do idioma não é o resultado somente da sala de aula mas sim de toda a experiência e convivência com nativos e pessoas de outras nacionalidades.

3 - Cultura, cultura e mais cultura....

Além do desenvolvimento do idioma, o que a vivência do intercâmbio agregou a você? Elabore sobre suas viagens e experiências culturais, as pessoas que conheceu, diversificação cultural, uma nova network (rede de amigos e profissional) que você conseguiu estabelecer. Comente sobre a sua habilidade de se adaptar ao novo. Entenda que ambientes corporativos de alta pressão mudam constantemente e um profissional que consiga encarar bem essas mudanças é melhor qualificado.

A experiência de fazer um intercâmbio abre seus olhos para um novo mundo, para novas opiniões e um autoconhecimento que poucas viagens podem proporcionar. A cultura traz oportunidades de conhecimento geral, conversas interessantes e recheadas de observações. Isso gera em um perfil profissional atenção, cuidado e habilidade crítica em negócios.

A decisão em si de estudar ou morar fora demonstra a sua capacidade de se arriscar em ambientes e culturas diferentes. Considere isso como um ponto altamente positivo para a sua carreira, uma vez que ter um perfil desbravador chama a atenção dos entrevistadores.

Agora me diga, você já falou sobre seu intercâmbio em uma entrevista? Compartilhe a sua experiência e deixe um comentário no blog.

E você que ainda não fez um intercâmbio, é melhor começar a considerar como essa experiência poderá trazer benefícios pessoais e profissionais. 

Como um incentivo, estamos oferecendo 20% desconto no valor do curso BUSINESS ENGLISH na nossa escola parceira British Study Centre, se você fechar seu pacote até o dia 30 de Outubro de 2016 (para cursar em Janeiro ou Fevereiro de 2017).

Não perca mais tempo, realize o seu potencial, clique aqui para um orçamento.

Abraços e até a próxima!

Assinatura Claudia

Claudia Rabello Strugnell
(former Claudia Rabello Davies)

Claudia Rabello Strugnell

Sócia-diretora – brasileira, residente no Reino Unido desde 1998, formada em Administração de Empresas, completou sua pós graduação em Recursos Humanos no Reino Unido, possui especialização na área de gerenciamento de projeto. Tem um excelente entendimento dos sistemas de ensino britânico e brasileiro. Responsável pela parte financeira e marketing da JC International.

E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.